Foto: Emerson Pereira

Na tarde dessa quinta-feira (16), o Pleno do Tribunal de Justiça Desportiva (TJD-RJ) julgou o pedido do Império Serrano que alegava irregularidade no protocolo "Jogo Seguro" em relação aos testes da COVID-19, o clube buscava saber o motivo da Federação Carioca ter permitido a realização da partida e a anulação do resultado da semifinal da competição contra o Paduano. 

O julgamento inicialmente marcado para quarta-feira (15) encerrou sem uma definição, com a relatora pedindo vista do caso, porém, com a votação já iniciada tendo 2 votos contrários ao pedido do Império Serrano, e então a continuação foi marcada para o dia seguinte, e o resultado foi unânime. 7x0, contra o pedido do Império.

Essa decisão mantém o Império Serrano na série C, e deve homologar o resultado final da competição com o acesso para a série B2 do Paduano junto com o Búzios, além do título da competição para a equipe de Santo Antônio de Pádua. Porém, o Império Serrando ainda pode recorrer no Supremo Tribunal de Justiça Desportiva (STJD).

Em conversa com um integrante da direção do Paduano, o mesmo esclareceu que o clube está muito tranquilo e confiante com a situação, pois o clube tem certeza que não cometeu nenhuma infração e seguiu o protocolo "Jogo Seguro" a risca. Já no contato com o Império Serrano, o clube ainda não se manifestou sobre o caso. (MAIORES INFORMAÇÕES EM BREVE).

Com a possível definição da situação da competição com o acesso do Búzios e Paduano, ambas as equipes já estreiam pelo Carioca série B2 no dia 26 de Setembro, contra Campos e Casimiro de Abreu, respectivamente.


Texto de João Victor

Matéria publicada em 16 de Setembro, ás 20:41

Comentários
* O e-mail não será publicado no site.