📸 Úrsula Nery / Agência FERJ 

Na tarde dessa terça-feira (05), o Tribunal de Justiça Desportiva do Futebol do Rio de Janeiro, julgou 2 casos de escalação irregular nas divisões estaduais profissionais e de categoria de base, sendo respectivamente a série A2 e B2 sub-20.


Pelo Campeonato Carioca série A2, o Cariocado já havia publicado uma matéria sobre a suposta escalação irregular no Angra dos Reis contra o Maricá e hoje foi realizado o julgamento. O TJD-RJ decidiu por unanimidade punir o Angra dos Reis na perda de 3 pontos, que deixa o clube em uma situação bem delicada na competição, a equipe que já ocupava a última colocação geral do campeonato com 8 pontos empatado com o Americano, Cabofriense e Maricá, agora é lanterna isolado com 5 pontos e uma diferença de 3 pontos para o penúltimo colocado, além de não ter mais possibilidade nenhuma de avançar a semifinal da Taça Corcovado já que amarga a última posição, agora, com -2 pontos.


Outro caso que foi julgado pelo TJD-RJ, foi a escalação irregular de um atleta da equipe Tigres do Brasil na partida contra o Goytacaz que venceu por 2x0, vale ressaltar que a equipe ainda havia conquistado o título da Taça Waldir Amaral sub-20. O Tribunal decidiu punir com a retirada dos 3 pontos conquistados na vitória e na perda de mais 3 pontos pela irregularidade, sendo assim, a equipe está eliminada da competição, o Campos assume a nova vaga e o título da Taça Waldir Amaral vai para o Goytacaz. O Cariocado também recebeu a informação de que o Tigres não enviou nenhum representante para o julgamento, porém tem até 3 dias para recorrer da decisão.


Ainda hoje, o Marcelo Viana, diretor de competições da FERJ, anunciou a suspensão das semifinais da série B2 do Carioca, momentaneamente.


Texto de João Victor 

Comentários
* O e-mail não será publicado no site.