Foto: Marcos Faria 

Nesta quarta-feira (27), às 15h, a Série B2 terá os jogos de ida das semifinais gerais. No estádio Italo Del Cima, o Campo Grande enfrenta o Pérolas Negras. O mando de campo pode ser um fator importante para o Alvinegro da Zona Oeste, tendo em vista que enfrentará um adversário muito qualificado. O Pérolas Negras liderou a tabela geral da B2, 35 pontos, e conquistou a Taça Waldir Amaral, o segundo turno da competição. Além disso, a equipe visitante conta com Chula, autor de 11 gols. Já pelo lado do Campusca, a equipe teve o melhor ataque, anotando 43 gols, e o artilheiro da competição. Ronaldy marcou 12 gols e liderou nesse quesito. O time também conta com Daniel Marins e Jefferson Pé, cada um com 8 gols. 

Falando diretamente com o Cariocado, Vilson Porto, técnico do campo Grande, comentou sobre uma possível pressão em levar a equipe de volta nesse processo de reestruturação. Segundo o treinador:

"Não sinto que tive essa pressão, pois a reestruturação do clube que me deu condições de trabalho. A maior pressão era quando não havia nada no clube, tendo que montar uma equipe sem dinheiro e sem salários para o jogador. Agora foi muito mais fácil, tem um estrutura, condições de pagar atletas e ajudar. Também tenho que agradecer a atual diretoria, parceiro, a comissão e todos que nos ajudam. Sem eles, esse processo no Campo Grande não seria possível. E também agradecer a todos os atletas que ajudaram e se dedicaram para essa bela campanha. "

Quando perguntado sobre a sensação do acesso à Série B1, Vilson disse ser a de dever cumprido e, ao mesmo tempo, um sonho realizado. Para o treinador, não tem preço ver esse projeto de longo prazo começar a dar frutos para a equipe de seu coração. Ele ainda ambiciona coisas maiores, como voltar para a elite estadual e enfrentar equipes como Flamengo, Vasco, Fluminense e Botafogo.

Sobre a partida, Vilson afirmou que a equipe treinou muito e entrará com foco total. A busca pelo título, segundo ele, é um sonho para todos os envolvidos e algo muito merecido depois de tanto sofrimento na classificação. 

A equipe do Carioca também entrou em contato com o treinador Gilmar Estevam, do Pérolas Negras, que nos concedeu seu tempo para algumas perguntas. Quando questionado sobre a pressão para a semifinal e o fato de que a equipe do Pérolas ter batidos duas vezes na trave pelo acesso, Gilmar respondeu que:

"Apesar de não ter participado das campanhas que o Pérolas Negras teve no passado, pode ter certeza que elas ajudaram a construir o que se tem hoje. Os erros do passado foram consertados e o planejamento aprimorado. Me sinto muito feliz por fazer parte desse momento e divido com todos os envolvidos essa alegria. Mesmo com a melhor campanha e o título da Waldir Amaral, ainda temos ambições maiores. Vamos tentar fazer o melhor e buscar o título da B2. "

Sobre a semifinal, ele disse que a equipe está totalmente focada para os dois jogos. Mesmo com estatísticas favoráveis no torneio, como o equilíbrio entre uma das melhores defesas e um dos melhores ataques, o que deve ser feito agora é pensar jogo a jogo. Quando questionado sobre um possível favoritismo, o Gilmar comentou que o Campo Grande teve todo o mérito por conseguir a classificação, com uma grande campanha de recuperação no segundo turno. E ainda relembrou a derrota, segundo ele não merecida, que o Pérolas sofreu para o adversário, ainda no primeiro turno da competição. Isso apenas destacaria a qualidade do adversário e que não há esse favoritismo claro. Mas o treinador diz que o Pérolas está muito motivado e respeitará o Campo Grande, jogando de forma intensa e dedicada.

Ainda sobre a Taça Waldir Amaral, Gilmar achou curioso quando lembrado que o Campo Grande conseguiu garantir o acesso à Série B1 por causa da sua equipe ter conquista o segundo turno. Mas o treinador disse que esse pensamento nem passou na cabeça de ninguém do clube, o objetivo a ser conquistado era o título, como sempre deve ser.

Ambos os treinadores se mostraram muito contentes com o acesso de seus clubes, demonstrando também muito respeito pelo rival. A semifinal entre Campo Grande e Pérolas promete para ser do mais alto nível e conceder um duelo digno da elite do futebol.


Texto de Hugo Lage
Matéria publicada em 27/01/2021 às 11:00

Comentários
* O e-mail não será publicado no site.