Foto: Léo Borges

Em uma partida muito estudada e em boa parte do tempo travada no meio campo, Duque de Caxias e Sampaio Corrêa disputaram uma semifinal tensa, muito faltosa, onde a vontade se sobressaia mais que a técnica.

Duque de Caxias em boa parte do confronto tinham os lances mais agudos de ataque a seu favor, o placar teimava a se manter zerado, Zé Carlos, goleirão do Sampaio fez boas defesas mantendo o empate, que naquele momento dava a vaga aos donos da casa, o Duque de Caxias. Após os 20 minutos da 2ª etapa, o Sampaio Corrêa se mandou para o ataque, a entrada de Maranhão na equipe do Sampaio foi determinante, o meia-atacante foi agudo e incisivo em jogadas pelo lado esquerdo do ataque do galinho, até que aos 37 da 2ª etapa, onde a partida já era encaminhada para uma classificação do Duque, pênalti para o Sampaio, goleiro Jaime chega nas pernas de Marcudinho e comete pênalti em momento crucial do jogo. A chance da classificação estava nos pés de Alexandro, o camisa 9 foi com tranquilidade e cobrou no meio do gol, para festa da torcida de Saquarema, com o gol Alexandro alcança a artilharia do torneio, que tarde para o artilheiro. A partir daí o Sampaio controlou bem as possíveis investidas do Duque de Caxias, final de partida no Marrentão, grande classificação e festa para o Sampaio Corrêa.

A finalíssima da Taça Santos Dumont será no próximo sábado às 15:00 contra o Nova Iguaçu, o Cariocado segue sua cobertura e contando todos os detalhes dessa grande partida.


Texto de Caio Bezerra

Matéria publicada em 22 de Outubro de 2020, ás 11:20.

Comentários
* O e-mail não será publicado no site.