O treinador Sérgio Anglada, do Nova Iguaçu, fala com a equipe do Cariocado após a derrota para a Cabofriense no último sábado em partida válida pelo Carioca Sub-20.

Após a derrota por 1 a 0 o treinador reconheceu a partida abaixo do esperado da equipe do Nova. Sérgio nos conta que o Nova Iguaçu está disputando o torneio com muitos atletas do Sub-17, e a força e intensidade dos jovens acaba fazendo muita diferença. O treinador menciona o trabalho bem feito das categorias de base do Nova Iguaçu, que promoveu 12 atletas para a disputa da B1 do Carioca, e que a garotada mostrará a força ao decorrer da competição. Em relação a falta de torcida nos jogos da equipe sub-20, o treinador afirma que a família é o fator que mais faz falta para os meninos da categoria de base, pois o apoio familiar é essencial nesse momento de transição. “Falta o incentivo da pessoa que ele gosta, admira e que ele luta” disse Sérgio Anglada em relação a falta dos familiares nas arquibancadas.

O treinador afirma que a preparação foi muito curta, os garotos treinaram presencialmente no clube por 2 semanas antes do início do Estadual. A equipe está no início do trabalho e ainda busca assimilar completamente a metodologia do treinador, mas Sérgio observa a evolução dos garotos e acredita em uma evolução gradual em cada partida do Nova Iguaçu.


Texto de Léo Ferreira

Matéria publicada em 21 de Setembro de 2020, ás 21:42

Comentários
* O e-mail não será publicado no site.