Foto: Luís Miguel Ferreira

Toninho Andrade foi desligado do Madureira no último domingo, após cinco partidas a equipe venceu uma, empatou três e perdeu apenas uma partida. O treinador deixou a equipe na sexta colocação, porém, a diretoria não considerou o suficiente a campanha do treinador.

Toninho comentou sobre a falta de tempo para os treinadores trabalharem e evoluírem um bom trabalho nas equipes.

“A falta de tempo é uma coisa reclamada por todos treinadores no futebol, principalmente com um time novo. O futebol demanda tempo, mas isso é uma coisa do nosso futebol. O ideal seria um tempo maior no futebol, a grande maioria vive de imediatismo”, disse o treinador.

Questionado sobre possíveis projetos, o treinador diz que até o momento não existem propostas e novidades sobre o seu futuro.

“Ainda não existe nada, muito recente, fomos pegos de surpresa. Tem que ter calma, respirar e continuar aguardando equipes do porte do Madureira”.

Toninho comenta sobre sua rápida passagem e enxergava uma evolução na equipe nas últimas partidas.

“Começamos do zero dia 18 de janeiro, foram dois meses de trabalho, entendo que era uma campanha em fase de crescimento. Nas primeiras partidas fizemos um mal primeiro tempo e melhoramos na segunda etapa, após a partida contra o Paysandu a equipe cresceu. A equipe vem em uma crescente e tem tudo para continuar crescendo”.

O Madureira venceu na tarde de hoje a equipe do Bangu e segue evoluindo, assim como disse o treinador. Após a vitória na tarde de hoje por 1 a 0, o Madureira entra no G4 da Taça Guanabara, são nove pontos na quarta colocação.

Texto de Caio Bezerra

Matéria publicada em 24/03/2021 às 19:30

Comentários
* O e-mail não será publicado no site.