Foto: Divulgação / Wikipédia

Hoje estreia aqui no Cariocado, o Raio-X dos clubes da Seletiva. Nesse quadro, iremos mostrar como foi a pré-temporada e como virão os clubes para a fase preliminar do Cariocão. Serão 6 times que disputarão entre si para ver quem fica com a única vaga que dá o acesso à disputa do Campeonato Carioca da Primeira Divisão: Americano, Cabofriense, America, Sampaio Corrêa, Nova Iguaçu e Friburguense.

Seguindo essa ordem, começaremos falando do Americano de Campos, uma equipe tradicional do futebol do Rio de Janeiro, que esteve presente na elite por bastante tempo, e busca recuperar uma posição de destaque no cenário regional.


Americano


A equipe comandada por Caé Cunha chega com boas expectativas para a disputa da Seletiva. Apesar de ser um dos clubes mais tradicionais do estado, caiu para a segunda divisão estadual em 2012, voltando para a elite apenas em 2019, quando disputou sua primeira Seletiva e conseguiu avançar até a fase principal da Série A. É a terceira participação consecutiva do Alvinegro nessa fase preliminar, sendo a atual, a mais complicada, pois apenas um clube se classifica. Todos os outros cinco jogarão a A2, o que não está nos planos do Americano. A projeção para a temporada é conquistar o acesso, ficar entre os quatro melhores do Estadual e garantir a divisão nacional para 2022.

Os planos são ambiciosos. A diretoria está construindo um projeto bastante sólido na equipe de Campos. Com um CT muito bem estruturado, o novo estádio previsto para ficar pronto até fevereiro, a torcida tem motivos para se animar. O assunto de sua casa, porém, é importante, tendo em vista que o Americano mandará seus jogos em Cardoso Moreira, no Estádio Antônio Ferreira de Medeiros. Mesmo sem a presença do clube, a distância das viagens ainda é um fator a ser levado em conta na disputa da Seletiva. Caso o Alvinegro se classifique para a fase principal do estadual, dependendo das obras, poderá voltar a ter seus jogos em Campos


Pré-temporada:

Foto: Divulgação / Americano


A pré-temporada foi bastante movimentada, quase todos os dias chegavam novos reforços. O primeiro deles foi o próprio Caé Cunha, técnico com muita experiência de auxiliar, olheiro, e alguns trabalhos como treinador principal. Ele participou de diversos acessos em divisões nacionais, como pelo Salgueiro-PE (2013), Guarani-SP (2016) e Ceará (2017). Além do técnico, a comissão conta com muita experiência integração com outros departamentos. Visando os novos rumos do futebol, o executivo de futebol Luciano Portela planejou, junto com a diretoria, e criou um departamento multidisciplinar que possui nutricionista, psicólogo e outros profissionais para ajudar no desenvolvimento e preparação dos atletas.


Da lista de reforços para a Seletiva, alguns nomes conhecidos chegaram. São eles o zagueiro Espinho, já com passagens pelo Americano, o atacante Zuca, ex-Maricá e Campos, e o zagueiro Weverton, ex-Campo Grande e Bonsucesso. Esses são apenas três dos mais de 20 reforços para 2021, sejam contratações ou atletas promovidos da base.

A estreia do Americano será no dia 16, às 15h, contra a Cabofriense, em Cardoso Moreira. Após três jogos-treino, todos com vitória, o Alvinegro de Campos conquistou algum ritmo de jogo para a Seletiva, porém a comissão técnica acredita que ainda é possível um crescimento maior para as próximas partidas.


Elenco do Americano:


Goleiros
Gustavo Baoco, 21 anos: Categorias de Base
Hugo, 23 anos: Bandeirante/SP
Lucas Clalp, 20 anos: Categorias de Base
Victor Brasil, 28 anos: Angra dos Reis/RJ

Laterais
Felipe Pracajus, 25 anos: Maranguape/CE
Geder, 21 anos: Categorias de Base
Lucas Neres, 23 anos: Atlético Três Corações/MG
Paulo Vitor, 32 anos: Anápolis/GO
Digão, 24 anos: Categorias de Base / Juazeirense/BA
Marcos Bahia, 34 anos: Gama/DF

Zagueiros
Clemente, 27 anos: Icasa/CE
Pedro, 19 anos: Categorias de Base
Jordan, 24 anos: Goytacaz/RJ
Espinho, 29 anos: Categorias de Base / Sampaio Corrêa/RJ
Weverton Fugão, 27 anos: Campo Grande/RJ

Meio-Campistas
Anderson Domingues, 31 anos: São Gonçalo EC/RJ
Ninho Love, 23 anos: Vitória da Conquista/BA
Dioguinho, 20 anos: Categorias de Base
Nathan, 23 anos: Categorias de Base
PV, 22 anos: Categorias de Base / São Gonçalo/RJ
Tiago Correa, 28 anos: Serra Macaense/RJ
Santos, 22 anos: Horizonte/CE
Matheus Lira, 22 anos: Fortaleza Sub 23

Atacantes
Kim, 25 anos: Santos Sub-23
Felipe Zuca, 23 anos: Maricá/RJ
Di Maria, 21 anos: Categorias de Base / Serrano/RJ
Jeffinho, 24 anos: Central/PE
Lucas Duarte, 20 anos: Categorias de Base
Pepeu, 22 anos: Goytacaz/RJ
Rafamar, 32 anos: Vitória da Conquista/BA
Sorriso, 29 anos: Gonçalense/RJ
Vinicius, 19 anos: Categorias de Base


Acompanhe abaixo a análise dos outros times no Raio-X da Seletiva:

Cabofriense
America
Sampaio Corrêa
Nova Iguaçu
Friburguense



Texto de Hugo Lage
Matéria publicada em 15/01/2020, às 18:40 

Comentários
* O e-mail não será publicado no site.