Foto: Divulgação / Twitter - Portuguesa Rio


De acordo com o GE, a Portuguesa quer oficializar na próxima segunda (30) uma reclamação contra a arbitragem do jogo entre Cabofriense x Cascavel - PR. O clube alega que a falta que originou o gol da vitória do clube paranaense não existiu, além de outras supostas falhas da arbitragem como a determinação de acréscimos exagerados no segundo tempo. O triunfo do Aurinegro eliminou a Lusa da Série D do Campeonato Brasileiro.

A Portuguesa chegou a última rodada da fase de grupos precisando derrotar o Toledo fora de casa e torcendo para que o Cascavel não ganhasse da Cabofriense em Cabo Frio. A combinação de resultados era favorável à Lusa (que venceu por 1 a 0) até Paulo Baya marcar um gol de falta, aos 53 minutos do segundo tempo. Com o resultado, o time paranaense chegou aos 24 pontos na tabela, eliminando o time carioca que teve um ponto a menos. O árbitro Michelangelo Martins de Almeida Junior marcou a infração depois do próprio Baya se chocar com um jogador da Cabofriense. 

Marcelo Barros (presidente da Portuguesa), entretanto, diz que não houve falta no lance.

- "A gente vai reclamar, primeiro porque um jogo não começou no mesmo horário do outro, houve três minutos de diferença. E o juiz também não teve nenhum tipo de intercorrência para dar nove minutos de acréscimos no jogo. E por fim, não foi falta no lance do gol. Então a gente lamenta muito, cara. Infelizmente a gente, das divisões inferiores, sofre muito porque não tem VAR, não tem nada. Acaba que as coisas acontecem e fica por isso mesmo", disse Marcelo em entrevista ao GE.


O presidente ainda ressaltou o investimento feito na temporada mesmo diante das adversidades causadas pela pandemia da Covid-19, lamentando que a arbitragem tenha impedido a Portuguesa de avançar para a próxima fase da Série D, correspondendo ao que foi gasto. A ideia da representação a ser solicitada para a CBF é "cobrar explicações" sobre as decisões tomadas na tarde de hoje (28).


Marcelo também disse que vai torcer para a Cabofriense (único carioca classificado para a próxima fase da Série D) ir longe no campeonato. A Portuguesa terminou no 5° lugar do grupo A7, com 23 pontos.


Texto: Lucas Ricardo

Matéria publicada em 29/11/2020, às 08:54

Comentários
* O e-mail não será publicado no site.