Foto: André Moreira

A equipe da Portuguesa vence uma batalha judicial travada com o Município do Rio de Janeiro, que alegava uma dívida de 33 milhões de reais relativo ao IPTU da sede do clube, incluindo o Estádio Luso-Brasileiro. Uma derrota poderia causar a penhora e leilões da sede do clube, maior patrimônio da equipe da Ilha do Governador.

A disputa judicial já durava três anos e felizmente o final dessa história foi muito feliz, afinal o clube não teria a possibilidade de arcar com uma pendência milionária como esta. O acordo entre o Município do Rio de Janeiro e a Portuguesa já está devidamente homologado e a equipe não corre riscos de o processo ser levado a outras instâncias judiciais. Notícia maravilhosa para o torcedor da Lusa que trata o Luso-Brasileiro como sua segunda casa. O palco de lindas histórias do futebol carioca permanece com seu legítimo dono.


Texto de Caio Bezerra

Matéria publicada em 03/12/2020, às 16:02

Comentários
* O e-mail não será publicado no site.