Foto: Divulgação / Futebol Interior

O Estádio Raulino de Oliveira, em Volta Redonda-RJ está abandonado. O estádio, um dos principais do Estado do Rio, é a casa do Volta Redonda e foi também palco de diversos jogos dos times da capital, foi o espaço escolhido para abrigar o Hospital de Campanha da cidade do Sul Fluminense em 2020. O problema é que a instalação esportiva deixou de receber desde então a manutenção necessária, mesmo após a desmobilização do hospital. O problema é que a instalação esportiva deixou de receber desde então a manutenção necessária, mesmo após a desmobilização do hospital.

O resultado do descaso com o Estádio da Cidadania foram arquibancadas e torres de iluminação enferrujadas, além da perda de parte do gramado, conforme informou o site Futebol Interior. A falta de manutenção na estrutura do estádio começou com a montagem do hospital, usado para o combate a Pandemia da Covid-19: a instalação hospitalar começou a ser erguida em março de 2020, passou a funcionar em abril e foi desmobilizada em outubro do ano passado. A negligência foi da Prefeitura de Volta Redonda, responsável por administrar o estádio e, consequentemente, pela sua manutenção: à época, a cidade era comandada por Samuca Silva (PSC), prefeito eleito em 2016 e que não se reelegeu no último pleito municipal (foi o 3° colocado, com 9,27% dos votos).

Sem o Raulino, que o Volta Redonda administra apenas nos dias de jogo, o clube acabou escolhendo o Estádio Luso-Brasileiro (casa da Portuguesa da Ilha do Governador) para mandar seus jogos no decorrer de 2020. O Voltaço, porém, acabou saindo no prejuízo, conforme mostrou o GE: foram mais de 133 mil reais gastos nos jogos da Série C do Brasileiro. O Tricolor de Aço também teve perdas esportivas, já que em 9 jogos no Luso, venceu 2, empatou 5 e perdeu outras 2 partidas — no Raulino, foram 4 vitórias e 1 empate nos 5 jogos que disputou no início do ano passado.

Ainda não há a confirmação de que o Volta Redonda voltará a sediar os seus jogos no Raulino de Oliveira em 2021. O Cariocado continuará acompanhando a situação do Estádio da Cidadania.

Texto de Lucas Ricardo
Matéria publicada em 06/01/2021 às 09:12

Comentários
* O e-mail não será publicado no site.