📸 Vinícius Valim/APN

Na tarde da segunda-feira (01), o Pérolas Negras anunciou nas mídias digitais o retorno do Neto Colucci ao comando técnico da equipe para a disputa da Copa Rio e Série B1. O treinador, conversou brevemente com a nossa equipe sobre esse novo desafio.


O primeiro compromisso do Pérolas Negras na temporada é já no dia 10 contra o Sampaio Corrêa pela partida de ida da 1° fase da Copa Rio e o treinador contou que tem apenas 14 atletas profissionais que disputaram a série D e 9 jogadores do sub-20 que complementam o elenco para esse primeiro desafio, mas a expectativa é que suas ideias/conceitos de jogos já seja colocada em prática. O treinador também destacou que o foco principal é no título e acesso da série B1, já que é quando os reforços chegam, outros jogadores retornam de empréstimo, e a Copa Rio enquanto não tem esses jogadores o objetivo é tentar passar de fase.


Neto Colucci comentou que o primeiro contato com os jogadores foi muito bom, e revelou que desde que saiu sempre acompanhou o clube, ia aos jogos em Resende, e também brincou que roubava alguns jogadores, caso de MV, Andinho, Luiz Felipe, entre outros, e conta que o fato de já ter trabalhado anteriormente com alguns atletas na sua última passagem e outros na base do Volta Redonda facilitou no bom relacionamento inicial com o elenco.


O Pérolas Negras foi a primeira equipe profissional da carreira do Neto Colucci, já que anteriormente ele só tinha passado pela base do Volta Redonda, e o treinador comentou sobre as mudanças estruturais do clube desde a sua saída e se mostrou impressionado com a qualidade e proximidades das instalações do clube, e a possibilidade de treinar alguns dias na semana no estádio do Trabalhador que pertence a prefeitura de Resende. Ele também comentou que mudou muito, revelou ter mais insucesso do que conquistas, e aprendeu com isso.


No início do ano, Neto, passou por uma sequência de resultados negativos no Campeonato Carioca pelo Volta Redonda e a eliminação precoce na Copa do Brasil, situações essa que acarretaram na demissão após quase 3 anos no comandos do clube, e o treinador revelou as dificuldades que foi até chegar no Pérolas Negras, "O telefone não tocava, as pessoas que te procuravam não atendia, os que conversava com você passavam a te ignorar [...]", e por isso ele é muito grato ao clube pela oportunidade e que está focado em colocar a equipe em um lugar de destaque.


O próximo compromisso do Pérolas Negras é pela partida de ida da Copa Rio contra o Sampaio Corrêa, no dia 10 de Agosto, jogando em casa, no Estádio do Trabalhador.


Texto de João Victor

Comentários
* O e-mail não será publicado no site.