Foto: Jhonathan Jefferson


A semifinal entre Maricá e Sampaio Corrêa que ocorreu nesse sábado (28), valia muito para uma das equipes. O Sampaio Corrêa já estava classificado para a semifinal geral da Série B1, enquanto o Maricá depende de um título da Taça Corcovado para sonhar com o acesso. Para a partida, a vantagem era do Maricá, que podia avançar para a decisão com empate ou vitória.


Primeiro tempo:


A equipe do Sampaio resolveu poupar alguns jogadores para já se preparar para a semifinal geral. Enquanto isso, o Maricá veio com força total para o jogo e conquistou uma grande vitória em Itaboraí, no Alzirão.


A primeira etapa começou morna, com as duas equipes se estudando muito. A primeira oportunidade só foi surgir aos 10 minutos, com escanteio bem batido pelo Maricá, no qual o zagueiro Átila cabeceou na trave, quase abrindo o placar. A resposta do Sampaio veio aos 19, quando Leomir bateu falta perigosa, a zaga do Maricá se complicou sozinha e teve que jogar pela linha de fundo.


Apesar do domínio, a equipe do Maricá só teve mais um bom lance na primeira etapa, quando Lelê recebeu belo passe na área, limpou o zagueiro e chutou no canto direito do goleiro do Sampaio, que fez grande defesa e salvou a equipe.


O resultado parcial de 0 a 0 classificava o Maricá, mas o futebol das duas equipes era aquém do esperado. O Sampaio sentiu que poderia mais e faz três mexidas já no intervalo, tentando gerar mais poder ofensivo.


Segundo tempo:


Aos seis minutos da etapa final, porém, quem abre o placar é o Maricá. Lucas Santos fez bela jogada, rolou para Walber que chutou para o gol. O goleiro do Sampaio faz boa intervenção, mas deu rebote e zaga acabou empurrando para o próprio patrimônio. 1 a 0 e o Maricá queria mais. 

Já aos nove, Paulo Henrique dá pelo passe, o ponta cruza, mas ninguém consegue empurrar a bola para o gol. O mesmo Paulo Henrique cria mais uma chance, que teve uma cabeçada perigosa de Badola.


O domínio do Maricá era total, mas não aumentava o placar e o Sampaio começou a acreditar. Não deu outra, um chutão para frente dos visitantes aos 16 minutos, a zaga se complica, Emerson Carioca faz um bonito pivô e fuzila para o fundo do gol. 1 a 1 e a vantagem se foi.


O time do Maricá parecia pressionado e não conseguia criar muita coisa. Paulo Henrique era o mais lúcido e acertou um bonito chute aos 29, mas o goleiro Ranule defendeu bem. Mas aos 31, o próprio Paulo Henrique cobra bela falta e, no rebote, Badola completa para o gol. 2 a 1 e a classificação para a Final da Taça Corcovado muito próxima para o Maricá.


A parte final do jogo foi de domínio do Maricá, com um Sampaio visivelmente cansado e sem forças para virar. O grande triunfo garantiu a passagem de ida para a decisão da Taça Corcovado ao Maricá.


O jogo que define o campeão será no dia 2 de dezembro, 15h, contra o Nova Iguaçu. O mando é do Maricá e a equipe precisa da vitória, caso queira se classificar para as semifinais da Série B1 do Carioca e conquistar o acesso.


Texto de Hugo Lage

Matéria publicada em 29/11/2020, às 19:49

Comentários
* O e-mail não será publicado no site.