Foto: Luis Miguel Ferreira

Após 14 anos, o time comandado por Alfredo Sampaio se vê diante da possibilidade de atingir uma marca histórica. Após o empate contra o Botafogo por 1 a 1 na 7ª rodada, o Madureira chegou a duas vitórias, cinco empates e nenhuma derrota, repetindo seu atual recorde de sete jogos sem perder na história do estadual. Recorde esse que havia sido alcançado anteriormente em 2007, justamente sob o comando de Alfredo. E, assim como em 2007, o Tricolor Suburbano se vê diante do mesmo adversário que, naquela ocasião, tirou sua invencibilidade no oitavo jogo: o Flamengo.  

Na época, o Campeonato Carioca tinha um regulamento um pouco diferente. O Madureira terminou o primeiro “turno” (Taça Guanabara) com três vitórias e dois empates, incluindo uma goleada sobre o rubro-negro: 4 a 1 em Moça Bonita. Se classificando para o mata-mata dessa fase, a equipe de Alfredo Sampaio derrotou o América-RJ na semifinal por 2 a 1, e se classificou para a finalíssima justamente contra o Flamengo, no Maracanã. A final, disputada no formato de ida e volta, teve o Madureira como vencedor do primeiro confronto: 1 a 0, gol de Maicon, que hoje atua no Grêmio, de Porto Alegre.  

Nesse momento, o Tricolor Suburbano já havia feito história: recorde de invencibilidade e a um passo de conquistar sua primeira Taça Guanabara. Porém, no jogo de volta, o Flamengo reagiu e derrotou o time de Conselheiro Galvão por 4 a 1, devolvendo o placar da fase de grupos e virando o jogo no agregado. Os rubro-negros levantaram a taça, mas o Madureira saiu com um honroso segundo lugar e seu maior recorde invicto na competição. 

Agora, 14 anos depois, Alfredo Sampaio e sua equipe se preparam para o duelo contra o Flamengo na próxima segunda-feira, às 21h, pela 8ª rodada, no Raulino de Oliveira. O Madureira ocupa a quarta colocação na tabela geral e busca um bom resultado para se estabelecer sem sustos no G4. Para isso, aposta muito no atacante Luiz Paulo, capitão e artilheiro do time na competição, com três gols. Dessa vez, não há título em jogo, mas a possibilidade de registrar mais um recorde na história do Madureira Esporte Clube.  

Texto de Victor Leal 

Matéria publicada em 03/04/2021 às 21:05

Comentários
* O e-mail não será publicado no site.