Foto: Douglas Emmanuel

A manhã de sábado (9) parecia mais um dia normal, com a partida entre Barcelona e Campo Grande esperada para saber o rumo das duas equipes na Série B2 do Carioca. Apesar de uma campanha muito fraca, o Barcelona jogava em casa e vinha de vitória contra o Bela Vista. Um novo triunfo poderia embalar o time e ajudar na luta contra o rebaixamento. O Campo Grande chegou sonhando com uma vaga na semifinal da Taça Waldir Amaral, sendo fundamental ganhar essa partida para as pretensões do clube.

O que se viu com o rolar da bola foi totalmente fora do esperado. Ninguém conseguiria prever tamanho domínio do Campo Grande, e tamanha complacência por parte do Barcelona. Aos três minutos, Daniel Marins abriu o placar para os visitantes, mostrando para o que veio ele e a equipe. Um ataque isolado do Barcelona dava a entender que o jogo seria disputado, mas o Campusca chegou novamente e, aos 16, sofreu um pênalti. Ronaldy, um dos destaques da partida, converteu com muita tranquilidade e aumentou a vantagem. Os próximos minutos foram de desespero total para a torcida do Barcelona. Aos 17 e 19, Daniel Marins guardou duas vezes. Tentando alguma reação, o técnico do Barcelona fez três mudanças antes dos 30 do primeiro tempo.

As substituições, porém, não surtiram efeito algum. Daniel Marins fez mais um, o quinto do time e o quarto dele. O placar parecia que não ia parar de se mexer, o Campo Grande colocou duas bolas na trave em questão de segundos e, aos 34, Daniel Marins marcou novamente, o quinto do dia. A partida ia para o intervalo com o placar apontando 6 a 0 para o Campo Grande

Para quem achou que a ida aos vestiários poderia acalmar o Campo Grande, ou ajeitaria o Barcelona, se enganou profundamente. Em menos de cinco minutos, Ronaldy e Jean Max fizeram 8 a 0. Os mandantes estavam entregues e o ritmo do Campusca diminuiu. Com o jogo quase chegando ao final, o placar parecia decidido, uma goleada histórica, mas não a maior de todas. Só tinha que combinar com os jogadores. Jefferson Pé, aos 41, e Wendel, aos 45, terminaram o passeio. 10 a 0 para o Campo Grande e a maior goleada da Série B2 na história estava escrita. 

A sequência da competição para o Campo Grande será contra o 7 de Abril, um dos times mais fortes e consistentes até o momento. Com a vitória de hoje, o Galo da Zona Oeste alcançou os 12 pontos, colando no Pérolas Negras e Barra da Tijuca. Além disso, chegou aos 15 gols no torneio e segue sem ter sido vazado na Taça Waldir Amaral. Já o Barcelona segue entre as piores campanhas, podendo chegar a vice lanterna do grupo B, caso o Casimiro de Abreu empate hoje. É importante que abra o olho o quanto antes, pois está com apenas 10 pontos na classificação geral, só três a mais que o Bela Vista, e apresenta um futebol muito aquém. Na próxima rodada, o Barcelona enfrenta a equipe do Queimados fora de casa e precisa mudar muita coisa de um jogo para o outro.


Texto de Hugo Lage
Matéria publicada em 09/01/2021 às 15:00

Comentários
* O e-mail não será publicado no site.