Foto: Marcos Faria

A equipe de reportagem do Cariocado teve a oportunidade de conversar com Rogério Corrêa, treinador da Cabofriense, vice-líder da Seletiva com 17 pontos e apenas uma derrota em oito partidas disputadas.

Rogério nos contou sobre o principal motivo da boa campanha em um curto tempo de preparação para a competição estadual.

“Apesar do pouco tempo de preparação, aproveitamos bem os treinamentos, os atletas tinham acabado de jogar a Série D e outros a B1 e ainda se cuidaram nos seus respectivos descansos entre a competição e o início da preparação. ” Afirmou Rogério.

A única derrota do tricolor praiano foi na estreia da Seletiva, a princípio trazendo muita preocupação a equipe, o treinador comenta sobre esse deslize e afirma ter sido a pior partida da equipe na competição.

“Foi o nosso pior jogo disparado, onde estávamos dispersos, mas acho que ali foi o despertar para entendermos que a competição se tratava de 10 finais e graças a Deus entendemos e após isso não perdemos mais. ”

O treinador fez questão de dar muita moral ao preparador físico e aos médicos responsáveis pela equipe, afinal, a Seletiva vem ocorrendo em uma estação muito complicada para os atletas, o forte calor acaba atrapalhando os atletas, e a grande sequência de partidas poderia atrapalhar a equipe, o que não vem ocorrendo desde o início da competição.

“O Brunão nosso prep. físico junto com o Departamento médico está fazendo um bom trabalho na recuperação dos atletas e nos só administramos a carga necessária e a diretoria que dá todo suporte de logística, com um bom ônibus, hotel e alimentação nas viagens o que ajuda no pré e pós jogos. ”

Muito próximo do atual líder Nova Iguaçu e restando duas partidas, a equipe de Cabo Frio não poderá nem sonhar em derrota nas duas partidas que restam para o final da Seletiva, inclusive, a última partida será contra o Nova Iguaçu, tudo indica que a partida terá clima de final, e que a vaga será decidida apenas na última rodada. Rogério se mostrou pé no chão e adota cautela para a disputa das últimas partidas na Seletiva.

“Infelizmente perdemos a liderança no empate contra o América, mas antes de pensarmos no último jogo, temos que vencer o Sampaio para chegarmos bem e com chances de classificação na última rodada.  Mas se chegarmos com chance, será um grande jogo e com certeza será como uma final, pois só os 2 tem chances de passar de fase. ”

Finalizando nossa conversa, o treinador valorizou muito esse período de sete dias para treinamento e descanso dos atletas, afinal a sequência de jogos de três em três dias estava sendo cruel com a Cabofriense. O treinador acredita que o período de descanso elevará o nível de atuação de todas as equipes.

“Será uma boa pelo desgaste que os atletas vêm enfrentando, com o cansaço e o estresse emocional, recuperar alguns atletas que estavam jogando com dores e óbvio que qualificará os jogos finais. ”

Atualmente a Cabofriense é vice-líder da Seletiva e terá duas partidas para buscar a liderança e a classificação para a próxima fase do Campeonato Carioca. O primeiro desafio será na quarta-feira (17) contra o Sampaio Corrêa, no próximo sábado (20) a equipe encerrará sua participação contra o Nova Iguaçu. Nova Iguaçu e Cabofriense são as únicas equipes que ainda sonham em classificação para o Carioca 2021, as outras equipes cessaram suas possibilidades de classificação.

Texto de Caio Bezerra

Matéria publicada em 14/02/2021 às 20:10



Comentários
* O e-mail não será publicado no site.