Que o regulamento do Campeonato Carioca é complicado de entender, isso todo mundo sabe há alguns anos. Mas agora para este ano de 2021 teremos algumas mudanças: a FERJ decidiu acabar de vez com a Seletiva para criar uma nova divisão entre a primeira e a Série B1, que até ano passado era equivalente à Segunda Divisão. Essa nova divisão se chamará Série A2 e se tornará a Segunda Divisão, fazendo com que as divisões subsequentes desçam um patamar.

Se você já está confuso, vamos com calma que nessa matéria explicaremos tudo detalhadamente:

As coisas ficam mais fáceis de serem entendidas analisando primeiro a classificação geral da última Série B1:

Pela fase semifinal da Série B1, o Nova Iguaçu, campeão do primeiro turno (Taça Santos Dumont) e o Maricá, vencedor do segundo turno (Taça Corcovado), enfrentaram respectivamente Duque de Caxias e Sampaio Corrêa. O Galinho da Serra e o Laranja da Baixada foram os vitoriosos do confronto, disputaram a final, vencida pelo Nova Iguaçu e conquistaram as vagas para a última Seletiva do Campeonato Carioca, que começará no próximo sábado (16).

Os eliminados, Maricá e Duque de Caxias, se juntaram aos quatro times de cor azul escura da classificação geral da B1, (Gonçalense, Angra dos Reis, Artsul e Goytacaz) que conquistaram o acesso à Série A2. 

Mas não serão apenas eles que jogarão nesta divisão: como na Seletiva, só um time conquista a vaga para a elite do Campeonato Carioca, os outros cinco serão remanejados para a Série A2, e se juntam aos times da cor azul escura da tabela, (Duque de Caxias, Maricá, Gonçalense, Angra dos Reis, Artsul e Goytacaz), totalizando 11 clubes até então. Como a FERJ informou que todas as divisões terão 12 times, restará ainda uma vaga, que será preenchida pela equipe que for a última colocada ao final das 11 rodadas da Taça Guanabara.

Comentários
* O e-mail não será publicado no site.