Foto: Divulgação / Carapebus

A partida entre 7 de Abril e Carapebus, válida pela segunda rodada da Taça Waldir Amaral, gerou muita expectativa antes da bola rolar. Era a reprise da final da Taça Maracanã, a qual o Carapebus se sagrou campeão com a vitória por 4 a 2 em um grande jogo. Nessa terça-feira (22), o nível não diminuiu e presenciamos uma apresentação de alto nível no CFZ. Apesar do tempo chuvoso, o campo resistiu bem e pouco interferiu no espetáculo. 

O início da partida foi totalmente dominado pelos mandantes e, com menos de 15 minutos, o 7 de Abril abriu o placar em um golaço de Felipinho. Ele e Matheus Passarinho estavam infernizando a vida da defesa do Carapebus, não dando um minuto de paz. A pressão ia aumentando, o 7 de Abril teve duas grandes chances de falta, mas o goleiro Bambu estava em tarde inspirada e salvou o Carapebus. A bola parada era a principal arma dos mandantes, e Bambu apareceu mais uma vez em bela cabeçada depois do escanteio.  Os visitantes só conseguiram chegar ao final da primeira etapa, mas o goleiro Flavio mostrou que não estava dormindo e trabalhou bem quando exigido em cobrança de falta. 

A segunda etapa começou de forma totalmente diferente, com o Carapebus pressionando e já empatou em menos de 10 minutos. Apesar de todo o domínio, o 7 de Abril não soube aproveitar. O gol de empate anotado por Valentim teve grande participação de Donovan, um dos craques do Carapebus. A partir daí, os visitantes cresceram muito no jogo e Flavio se tornou o melhor em campo para o 7 de Abril. Apenas com algumas mudanças que os mandantes conseguiram fazer algo no jogo. O Carapebus dominava a segunda etapa, merecendo virar o placar. Mas as substituições do 7 de Abril surtiram efeito e a equipe conseguiu seu segundo gol, anotado por Caio. O jogador parecia predestinado, pois havia entrado pouco tempo antes. Passarinho, como sempre, fez grande jogada e assistiu seu companheiro. 

O 2 a 1 parecia não refletir totalmente o que foi esse grande jogo, pois ambas as equipes era dignas da vitória. E aí que brilhou a estrela de Hudson, o grande artilheiro da Série B2, aquele que aparece nos momentos cruciais. Faltando pouco tempo para acabar a partida, a bola sobrou para o matador dentro da área, lugar de onde ele é fatal. Não deu outro, guardou e deu números finais ao grande jogo. 2 a 2 e um espetáculo para os poucos que puderam ver a partida. 

Mais um grande duelo entre Carapebus e 7 de Abril, sendo o empate o resultado mais justo. O 7 dominou a primeira etapa, mas o Carapebus respondeu e foi superior na segunda. Agora os dois times tem 4 pontos em dois jogos, brigando diretamente pelas lideranças de seus grupos. A próxima partida do 7 de Abril é no dia 28, quando enfrenta o Queimados, às 10h. Já o Carapebus, também no dia 28, às 15h, pega o Barcelona.


Texto de Hugo Lage
Matéria publicada em 22/12/2020 às 19:59 

Comentários
* O e-mail não será publicado no site.