EM TARDE DE DESPEDIDAS NO MARACANÃ, FLAMENGO ENCERRA O BRASILEIRÃO COM DERROTA.

Foto: Marcelo Cortes

Hoje (12/11) em tarde agradável e mais de 62 mil torcedores, o Flamengo enfrentou o já rebaixado Avaí pela última rodada do Brasileirão, jogo que também marcou a despedida de Diego Ribas e Diego Alves dos gramados. 

No primeiro tempo Flamengo e Avaí apresentaram propostas diferentes e oscilaram bons momentos em suas estratégias. O time da casa manteve a característica de buscar o ataque e a posse de bola e criou boas oportunidades, em chutes de Ayrton Lucas, Everton Cebolinha e Rodinei. Aos 22 minutos Gabriel Barbosa teve um gol anulado, mas que exigiu do VAR cinco minutos de análise. O Avaí, por sua vez, apostou nos contra-ataques pela ponta e incomodou bastante, principalmente pelo lado direito do ataque. Lucas Ventura e Vitinho tiveram chances claras, que foram salvas por Diego Alves. No fim, o jogo saiu do "zero". Após cruzamento na área de Marinho, Wellington acabou cabeceando contra o próprio gol e abriu o placar para o Flamengo. Nos últimos minutos, Marcinho empatou com um chute forte depois de bate e rebate na área rubro-negra.  

Segundo tempo começa morno, aos 10 minutos Diego Ribas foi substituído por Thiago Maia e recebeu os aplausos da torcida e também dos atletas do Avaí, bela homenagem ao camisa 10 do Flamengo, número que terá como novo dono Gabriel Barbosa. E aos 17 minutos foi a vez do goleiro Diego Alves dar lugar a Hugo Souza e também ser homenageado em sua despedida do clube, etapa marcada mais por homenagens do que lances de perigo apesar do domínio rubro-negro. Mas aos 34 minutos o Avaí virou a partida com o zagueiro Lipe de cabeça após rebote do goleiro Hugo dentro da pequena área. 2x1 o time catarinense. Com mais 7 minutos de acréscimo o Flamengo tentou o empate até o final mas não conseguiu evitar a derrota dentro do Maracanã.  

Flamengo termina o Brasileirão com 62 pontos e uma temporada vitoriosa com os títulos da Copa do Brasil e Libertadores, já o Avaí disputará a série B em 2023.


Texto de Michael Ribas

Comentários
* O e-mail não será publicado no site.