Foto: Lucas Merçon / Fluminense F.C.

O ano de 2021 mal começou, a Seletiva do Campeonato Carioca também ainda não teve seu início, mas os bastidores já se encontram bastante agitados. No dia 28 de dezembro, a FERJ, em arbitral que teve a presença de representantes dos clubes cariocas, soltou o regulamento para o Campeonato Carioca. Nele se encontra um assunto que pode gerar bastante polêmica para a competição. Emitido pela Federação de Futebol do Estado do Rio de Janeiro (FFERJ) e assinado pelos clubes cariocas, o regulamento consta que as equipes que não atuarem com seus titulares sem motivo aparente, não terão direito a receber a cota de transmissão do Campeonato Estadual. Porém nenhum contrato de transmissão foi assinado entre veículos de mídia e a FERJ até o atual momento.


A medida, do Artigo 41 é uma tentativa de que a competição não sofra uma desvalorização, principalmente, por partes dos clubes de maior investimento, tendo em vista que o Campeonato Brasileiro Série A se encerra no dia 24 de Fevereiro, três dias antes do início da fase de classificação do Estadual. A Seletiva começa já no mês de janeiro, mais precisamente no dia 16.


No regulamento que foi aprovado pela maioria dos 16 participantes do Estadual diz que “a associação que, sem justo motivo, assim reconhecido pelo DCO da FERJ, após a 3ª Rodada da Taça Guanabara, deixar de utilizar sua equipe considerada principal, perderá o valor correspondente a totalidade de sua cota fixa de direito de transmissão e, caso já as tenha recebido ou não faça jus, pagará uma multa equivalente a esse valor, que será revertida em benefício dos demais clubes participantes do campeonato”.


Lembrando que algo semelhante ocorreu no ano de 2015, quando a própria federação instituiu que os clubes deveriam ter todos os seus jogadores registrados no Boletim Informativo de Registro de Atletas (BIRA) e também com uma lista de 31 jogadores, entre eles, apenas 5 com idade de juniores, porém a regra foi abolida em 2017 por causar bastante confusão.


Neste ano, a FERJ espera que junto dos clubes, possa levar uma maior contribuição e que o Campeonato Carioca seja levado de uma forma "mais leve"


Texto de Léo Ferreira

Matéria publicada em 06/01/2021 às 07:20

Comentários
* O e-mail não será publicado no site.