Foto: Divulgação / Barra da Tijuca

Zero ponto nos três jogos no segundo turno, 2 pontos nos dez jogos em que participou na Série B2 do Carioca e lanterna na classificação geral do campeonato: o Mesquita chegou a quarta rodada da Taça Waldir Amaral precisando desesperadamente de uma vitória para respirar. Não foi dessa vez. O Barra da Tijuca aplicou impiedosos 9 a 0 (a maior goleada da B2 até aqui), chegou à liderança do Grupo A e complicou ainda mais a situação do Tubarão da Baixada.

A goleada na partida, realizada no domingo (3) no Estádio Joaquim de Almeida Flores (Nilópolis), começou aos 9 minutos do primeiro tempo, quando Júlio César marcou em um pênalti. O camisa 99 marcou novamente aos 17, de falta. O volante Ronan fechou o placar no primeiro tempo, marcando seu primeiro gol com a camisa do Barra da Tijuca, aos 41 minutos: 3 a 0. E ficaria bem pior no segundo tempo.

Aos 4 minutos, o primeiro gol do atacante Joel. Aos 13, o terceiro gol do também atacante e artilheiro Júlio César. Aos 15, mais um gol de Joel: 6x0. Dez minutos depois, o meia Gian marcou o sétimo. Aos 31, o também meia Rickson marcou o oitavo. O último gol do jogo foi o terceiro tento de Joel na partida: Mesquita 0 e 9 para o Barra da Tijuca.

O amplo domínio do Barra é nítido nas estatísticas. O time da Zona Oeste do Rio finalizou 18 vezes (11 delas ao gol), enquanto o Mesquita não conseguiu finalizar nenhuma vez. O Barra da Tijuca também teve mais posse de bola: 51 a 49.

A goleada levou o Tricolor da Zona Oeste para a liderança do Grupo A da Taça Waldir Amaral, com 10 pontos. Na classificação geral, o time é o quinto colocado, com 19 pontos. Já a situação do Mesquita é desesperadora e o rebaixamento para a Série C do Carioca parece iminente: o clube é o último (décimo sexto) na classificação geral e está a 8 pontos de distância do Itaboraí Profute (décimo segundo), o primeiro time fora do Z4.

O Mesquita volta a jogar amanhã (6), contra o Queimados, em uma partida decisiva: o adversário também está na zona de rebaixamento (é o décimo terceiro) e uma derrota do Tubarão da Baixada decreta a queda do time para a Série C. A partida acontecerá às 10h, também no estádio Joaquim de Almeida Flores. O Barra da Tijuca jogará contra o Casimiro de Abreu às 15h da próxima quarta, no Estádio do CFZ.

Texto de Lucas Ricardo
Matéria publicada em 05/01/2021 às 08:40

Comentários
* O e-mail não será publicado no site.