Foto: Nathan Diniz

O Araruama conquistou ontem (28) sua primeira vitória na Taça Waldir Amaral. O clube da Região dos Lagos foi até o Estádio Joaquim de Almeida Flores, em Nilópolis e venceu o Itaboraí Profute por 3 a 0, interrompendo uma sequência invicta de dois jogos de seu adversário neste segundo turno.

A partida começou bastante equilibrada. As duas equipes se estudavam bastante, tentavam encontrar espaços, contudo, faltava efetividade para criar oportunidades de gol. Até que aos 15 minutos da primeira etapa, o Araruama teve uma falta ao seu favor, na meia lua da grande área. Lekinho bateu no canto direito. O goleiro Thiago chegou a tocar na bola mas não evitou que ela entrasse. 1 a 0 para o Araruama.

Atrás do marcador, o Profute tentava reagir e levava mais perigo nas bolas paradas. Japão cobrou escanteio pela direita, a bola desviou na zaga e sobrou para Mumu, que isolou. Minutos depois, o mesmo Japão, cobrador de faltas oficial do Itaboraí, fez um lançamento de longe para dentro da grande área. Mumu apareceu de novo mas dessa vez deu uma cabeçada com o endereço certo. O goleiro Gabriel Palma fez boa defesa espalmando para escanteio.

Japão continuava com seus lançamentos certeiros. Em uma nova falta pela direita, quase da mesma posição que no lance anterior, jogou a bola na área. Lelê se lançou para desviar de cabeça para o gol, mas mandou pela linha de fundo. 

O Profute insistia. Buscapé tentou uma jogada individual pela direita, porém, com dois na marcação, ficou sem espaço e preferiu tocar mais atrás para Jefinho. O camisa 10 tentou o passe para dentro da área, mas exagerou na força e a bola acabou saindo.

Nos minutos finais o Araruama adiantou a marcação e tentava criar mais jogadas de gol. Max, partiu em velocidade com a bola, chutou de longe e mandou para fora. 

Sem muita criatividade para desenvolver seu futebol com a bola nos pés, só restava ao Itaboraí Profute tentar a sorte nas cobranças de falta de Japão. Aos 46, novamente pela direita, Japão cruzou para a área e Jefinho cabeceou rente à trave do Araruama. 

Também em lance de bola parada, o Araruama fez o seu segundo gol, aos 48. Lekinho cobrou falta para a área e Jefferson cabeceou para o fundo do gol, para fazer 2 a 0 para o time visitante. 

No segundo tempo o Profute continuava tendo mais posse de bola, mas não conseguia vencer a forte marcação do Araruama. Se por baixo não conseguia chegar, por cima, buscava surpreender a equipe adversária. Vitor, que entrou no segundo tempo, bateu escanteio, Jefinho subiu de cabeça e mandou para fora.

O jogo seguiu bastante truncado, até que aos 35 do segundo tempo, o Araruama montou uma blitz no ataque. Deu três chutes ao gol, o goleiro Thiago fez duas defesas salvadoras. A terceira finalização até chegou a entrar no gol, mas não valia mais nada. O árbitro já havia assinalado o impedimento.

O Araruama continuou atacando, até que aos 42, Xaropinho foi derrubado na área e o pênalti foi marcado. Allan bateu com categoria e fez 3 a 0 para a Arara. O Itaboraí Profute também teve um pênalti ao seu favor aos 48, mas Fabrício bateu para a fora, desperdiçando a chance de fazer o gol de honra do Profute.

Com a vitória, o Araruama chega aos 3 pontos e sobe para a sexta posição no Grupo B. O Itaboraí Profute permanece com 6 pontos e cai para a terceira posição no Grupo A, atrás de Pérolas Negras,  com 9 pontos e Barra da Tijuca, com 7.

A quarta rodada da Taça Waldir Amaral será no dia 3 de janeiro. O Itaboraí Profute vai até o Recreio dos Bandeirantes jogar contra o 7 de Abril. A partida, no Estádio Antunes (CFZ), será às 10h. Já o Araruama recebe em casa o Campo Grande, no Alair Corrêa, às 15h.



Após o jogo, o atacante Lekinho deu uma entrevista exclusiva ao Cariocado. Confira o que ele falou: 


Texto de Pedro Sodré

Matéria publicada em 29/12/2020, às 09:20 

Comentários
* O e-mail não será publicado no site.