Divulgação: Americano FC

A sétima rodada da Seletiva colocou duas equipes com objetivos distintos na competição. De um lado, o Americano jogava em casa e precisava da vitória para ter qualquer mínima esperança de buscar a liderança. Empate ou derrota complicariam muito a equipe mandante. O Friburguense apenas cumpria tabela, visto que não consegue mais alcançar a primeira posição mesmo se vencer todas as partidas. Os visitantes entraram na partida como franco-atiradores, o que os tornava ainda mais perigosos. 

Os primeiros vinte minutos da etapa inicial foram de um futebol morno e sem grandes emoções. Era claro o nervosismo do Americano para buscar um gol, o que atrapalhava na construção da própria equipe, enquanto o Friburguense esbarrava nas suas fragilidades técnicas. Mas a situação muda quando a equipe alvinegra constrói linda jogada ofensiva, rodando a bola pelos pés de seis jogadores, até chegar tabelando Ninho e Di Maria, que ainda acertou belo chute no canto e abriu o placar. Depois disso, o Friburguense entrou no jogo e pressionou muito, dando trabalho ao goleiro Victor Bahia.

O Frizão veio com tudo para a segunda etapa e foi melhor, mesmo jogando fora de casa. Ainda contou com mais um auxílio da zaga do Americano, quando Espinho fez um pênalti bobo. André não perdoou e deslocou o goleiro. A partida parecia definida com o 1 a 1, mas Di Maria se tornou o nome do jogo. Em belo lance de Jeffinho, o atacante teve todas as condições de fazer o segundo gol, mas isolou e parecia ter jogado fora a chance do Americano em lutar pela primeira posição da Seletiva. Poucos minutos depois, a redenção chegou para ele. Em bom cruzamento, Di Maria subiu mais que o zagueiro e cabeceou no travessão. Dessa vez, contou com alguma sorte que a bola bateu no travessão e entrou. 2 a 1 com muita emoção e o Cano segue na luta para jogar a Série A1.

Com a vitória, o Americano vai para a terceira posição e tem 10 pontos, seis a menos que o líder Nova Iguaçu. Faltando apenas mais três jogos, o Alvinegro de Campos precisa ganhar todos os jogos, especialmente o confronto direto com o Nova Iguaçu, e ainda torcer para a Cabofriense não vencer. Essa árdua missão do Cano começa nesta quarta-feira (10), quando sai para enfrentar o Sampaio Corrêa, às 15:30. O Friburguense dificilmente sairá da lanterna, tendo conquistado um ponto. Na próxima rodada, também na quarta-feira (10), o Tricolor da Serra recebe a Cabofriense e, caso vença, pode enrolar muito a briga pela liderança. Esta partida também será às 15:30.


Texto de Hugo Lage
Matéria publicada em 07/02/2020, às 13:00

Comentários
* O e-mail não será publicado no site.