Foto: Luis Miguel/ Madureira EC

O Madureira entra em campo contra o Vasco hoje (01), às 15h15min em partida válida pela Taça Rio, no Conselheiro Galvão. O jogo será o primeiro de dois da semifinal da Taça Rio e, antes dessa partida tão importante, o técnico do Madureira, Alfredo Sampaio, falou com o Cariocado sobre este jogo. 

Primeiro, o treinador foi perguntado sobre o impacto para ele e para os jogadores do Madureira novamente poder vencer a Taça Rio: 

"Acho que para qualquer profissional de futebol ter oportunidade de disputar uma taça, ela é sempre importante. Para mim particularmente à frente do Madureira tem um sabor maior porque eu já fui campeão da Taça Rio pelo Madureira em 2006, então eu seria bi campeão e o clube seria tri campeão. Então acho que se nós conseguirmos chegar à final e ao título, sem dúvida alguma vai ter uma importância muito grande para os atletas e para a comissão técnica e ficaremos cada vez mais marcado no clube. E acho que isso é muito bom, você poder ter uma história em um clube tão importante como o Madureira."  

Quando perguntado das possíveis dificuldade em enfrentar um adversário com mais investimento, o Vasco, Sampaio respondeu: 

"Jogar contra os grandes clubes é sempre um jogo difícil, mas eu acho que as equipes chamadas de “menor investimento” evoluíram muito. Tem equipes fortes como Volta Redonda, Portuguesa, o próprio Boavista que esse ano não fez uma campanha tão boa quanto a do ano passado, mas é sempre uma equipe muito difícil. Todas as equipes acabam sendo muito difíceis, mas jogar contra uma grande equipe requer sempre mais cuidado, são jogos que eu gosto porque, se a sua equipe for capacitada, você consegue ter um jogo mais técnico. Então vai ser um desafio pela grandeza do Vasco, mas o Madureira também vem fazendo bons jogos e acredito que também fará um grande jogo contra o Vasco."  

Ao ser perguntado se existem estratégias diferentes para os dois jogos, Alfredo Sampaio disse:

 "Naturalmente as estratégias existem, mas são dois tempos de 90 minutos, então nós temos que saber jogar e lidar com cada momento. A estratégia está montada, temos algumas expectativas e ambições, mas como são dois jogos, as estratégias podem mudar ao longo de cada momento. Então a estratégia principal é o Madureira estar muito concentrado e confiante e saber que vai jogar contra uma grande equipe que não pode errar. Então, como eu falei; as estratégias por ser um jogo difícil, serem dois jogos contra o mesmo adversário, jogos eliminatórios, as estratégias vão caminhar de acordo com cada momento da partida e com cada momento do jogo."  

Por último, foi perguntado ao técnico em como ele avalia a temporada do time que, para ele foi, positiva: "Eu cheguei no Madureira na metade da competição, então eu avalio daí por diante. Eu acho que o período que eu estou à frente foi bom e a equipe se comportou muito bem. Acho que o jogo que faria diferença para gente seria o jogo contra o Boavista em casa que a gente acabou empatando, apesar de ter jogado muito bem. O objetivo era fica entre os quatro finalistas do campeonato, infelizmente não deu, mas conseguimos estar entre os quatro para jogar a Taça Rio. Então eu avalio como produtivo, uma boa competição, o clube teve momentos que esteve entre os quatro classificados, mantivemos uma invencibilidade por muito tempo, então acho que foi bom, foi bom para o clube, para a comissão técnica, para os atletas. Naturalmente esperávamos coisas melhores, mas de modo geral acho que andou bem."  


Texto de Murilo Azevedo  

Matéria publicada em 01/05/2021 às 13:30

Comentários
* O e-mail não será publicado no site.