Divulgação: 7 de Abril

O cenário para a grande final da Série B2 tinha contornos épicos antes mesmo de começar. O Pérolas Negras foi a melhor equipe da classificação geral, conquistou a Taça Waldir Amaral e conta com alguns dos destaques da competição, entre ele MV e Chula. O 7 de Abril tem Matheus Passarinho, artilheiro da competição, mas também tinha grandes problemas para o jogo. Com apenas 13 jogadores disponíveis para a primeira partida, e com treinador interino, a equipe auriverde de Paciência precisaria de um desempenho heroico para conseguir não perder.

E parecia que o futebol ia aprontar das suas. Com menos de um minuto, Matheus Passarinho acerta um grande chute e o goleiro do Pérolas não consegue defender. No rebote, Davi abre o placar e dá a tão sonhada vantagem para o 7 de Abril. Durante o resto da primeira etapa, o goleiro Xandão do 7 foi o grande destaque. O Pérolas teve muitas chances, mas Xandão estava em tarde inspirada e não permitiu o empate.

Para a segunda etapa, o roteiro parecia o mesmo. Muita pressão dos visitantes e o 7 resistindo bravamente, Xandão continuou como um dos melhores em campo, mas a estrela de Davi brilhou mais uma vez. Em contragolpe mortal, o jogador recebeu e fez um golaço, encobrindo o goleiro do Pérolas. Depois disso, a partida mudou e o 7 de Abril parecia mais próximo do terceiro gol, mas o placar se manteve 2 a 0 até o final.

O 7 de Abril agora tem grande vantagem para a partida de volta. Ela acontecerá neste sábado (6), às 15:30, em Resende. O empate já garante o título da B2 para o 7, mas o Pérolas tem plenas capacidades de reverter o placar agregado. 

Texto de Hugo Lage

Matéria publicada em 03/02/2021 às 19:00

Comentários
* O e-mail não será publicado no site.